Yomitai – Estação Multimídia

Notícias

10.10.22

Otsunahiki: Cabo de Guerra de Okinawa rompe e evento encerra com empate entre as equipes

O tão aguardado Otsunahiki, Grande Cabo de Guerra de Naha, capital de Okinawa, foi realizado neste domingo, 9 de outubro, após dois anos de pausa, devido à pandemia do novo coronavírus.

Apesar da grande expectativa do público e dos participantes em ver a divertida atração em que os times puxam uma corda de 200 metros, pesando cerca de 42 toneladas, a competição teve de ser cancelada, pois a corda principal quebrou durante os últimos preparativos para o início da competição.

Com o imprevisto, a organização do evento precisou finalizar a atração, anunciando empate entre as equipes, já que não puderam competir entre si. O fato acabou gerando uma certa frustração ao público presente, que aguardava pela realização do cabo de guerra em meio a uma multidão e debaixo de um sol quente.

Cabo de Guerra é adaptado por conta da pandemia

Com 200 metro e um peso aproximado de 42 toneladas, o Grande Cabo de Guerra de Naha foi considerado o maior do mundo, entrando para o Guinness Book em 1995.

Esse ano, porém, a corda foi diminuída e passou a ter 160 metros e uma espessura 50% menor do que a habitual, totalizando um peso aproximado de 20 toneladas.

De acordo com Nikichi Uezu, chefe da Sociedade de Preservação do Grande Cabo de Guerra de Naha, a diminuição do cabo de guerra pode ter enfraquecido o cabo e gerado o rompimento da corda.

– Quanto mais tempo o sistema não estiver disponível, mais o know-how será esquecido e a herança da cultura tradicional estará em risco. É uma pena que a corda foi cortada, mas muitas pessoas, incluindo crianças, a perderam – lamentou Uezu.

Outra mudança ocorrida nesta edição do Festival Otsunahiki, para evitar uma maior disseminação do coronavírus, foi a limitação do número de participantes. Este ano, o evento permitiu a inscrição de 3.200 pessoas, o que representa apenas um quinto da quantidade aceita nos anos anteriores.

Comentários