Yomitai – Estação Multimídia

Notícias

29.03.22

Relembre obras do mangaká japonês Shinji Mizushima

O mangaká Shinji Mizushima, autor de Dokaben e Abusan, faleceu no último dia 10 de janeiro, aos 82 anos de idade, em decorrência de uma pneumonia. O artista estava internado em um hospital localizado em Tóquio, no Japão.

Mizushima iniciou a carreira profissional em 1958 e sua primeira obra foi a série de Dokaben, publicada entre 1972 e 2018, inicialmente contando a história do beisebol do ensino médio, com o rebatedor Taro Yamada, seus companheiros e rivais.

A série, que levou muitos jovens a praticarem beisebol no Japão, iniciou com o nome de Dantotsu, depois mudou para Dai Koushien e em seguida se tornou Dokaben que, entre 1976 e 1979, ganhou uma versão em anime de 163 episódios e um filme live action em 1977.

  • Shinji Mizushima faleceu no dia 10 de janeiro, em Tóquio (Foto: Divulgação)

Abusan foi outra série de grande sucesso sobre o beisebol, publicada entre 1973 e 2014, pela Big Comic Original. O mangá conta a história de Yasutake Kageura, um forte batedor viciado em bebida alcoólica. Mizushima também publicou Yakyukyo no Uta, obra sobre uma atleta feminina de beisebol, que jogava como arremessadora e estava com uma carreira em ascensão.

O trabalho do mangaká foi um grande sucesso entre os atletas profissionais de beisebol, incluindo o falecido Nobuyuki Kagawa, que tinha corpo grande, semelhante ao do protagonista de Dokaben.

Shinji Mizushima acumulou prêmios como a Medalha com Fita Roxa do governo japonês, conquistada em 2005, outra pela Japan Cartoonists Society Awards, em 2007, e a Ordem do Sol Nascente, Raios Dourados com Roseta, em 2014.

Comentários